TÍTULO:  GREAT POWER

A Disney comprou a Marvel.  Ok!  Essa você já sabia.  A negociação beneficiou bastante o setor de animação da Casa das Ideias que perdia feio para a DC Comics da Warner Bros.

O estúdio do Pernalonga exibia até 2010 a série animada "O Espetacular Homem-Aranha".  Porém, com a casa do Mickey sendo dona dos personagens Marvel era óbvio que eles pegariam o super-herói mais popular da galeria.


Assim surgiu uma nova animação:  "Ultimate Spider-Man".  Apesar de ter o mesmo título da HQ de um universo paralelo ao regular da Marvel, o desenho abriu mão de diversos pontos do material original.

Nada de teias orgânicas (como nos filmes de Sam Raimi), Peter Parker utiliza cartuchos de teia o que, convenhamos, dá um charme às aventuras.  Além disso, a história começa com o Cabeça de Teia atuando já por um ano.  Fomos poupados de ver toda a origem do herói.

Porém, foram mantidos alguns elementos da HQ.  O amor de Peter sempre foi Mary Jane, deixando Gwen Stacy de lado.   Tia May é uma senhora no estilo Ana Maria Braga com a vida agitada e não uma velhinha sedentária.  E o Cabeça de Teia ainda está no colegial (high school).


As onomatopéias espalhafatosas também estão presentes e dão um tom jovial à série.  Assim como a narrativa cheia de inserções de flashbacks e divertidos momentos que explicam como funciona um determinado poder (como o Sentido de Aranha) ou mostra a vida de um personagem coadjuvante.

Um novo elemento interessante é que Peter Parker/Homem-Aranha quebra a quarta parede, ou seja, ele conversa com o público.  Isso acontece na HQ do Deadpool ou no filme "Curtindo a Vida Adoidado", por exemplo.  A aproximação do herói com a plateia fica ainda mais próxima.

A história mostra um Homem-Aranha ainda com pouco manejo na luta contra o crime.  Após fazer uma lambança em uma luta contra o vilão Ardiloso, o Amigão da Vizinhança recebe a visita de Nick Fury da S.H.I.E.L.D.


O espião oferece um treinamento para Peter se tornar um herói supremo (taí o título "Ultimate").  Mas o adolescente deixa a oferta em stand by e parte para sua vidinha.  Ao reencontrar com Mary Jane e Harry Osbourne na escola, eles acabam sendo atacados pelo Quarteto Terrível que descobriu que o alter-ego do Homem-Aranha estuda no local.

Porém, os inimigos foram contratados por Dr. Octavius e Norman Osbourne que pretendem criar um exército de Homens-Aranha.


O episódio conta com a participação (mesmo que não diretamente) do Capitão América e Homem de Ferro (em uma cena bem parecida com a do primeiro filme).  Isso já deixa margem para que ocorram, mais na frente, outros crossovers.  Assim como já aconteceu no primeiro episódio da segunda temporada de "Os Vingadores - Os Maiores Heróis da Terra".

Divertida, ágil e cheia de referências ao Universo Marvel.  "Ultimate Spider-Man" certamente ganhará mais fãs para o Cabeça de Teia.

Nota:


0 Responses so far.

    Perfil

    Minha foto
    Analista de Sistemas, jornalista, fã de Star Wars e cultura NERD.

    Frequentadores